[RESENHA-NOVO PROJETO] 1822

Titulo: 1822-Como Um Homem Sábio, Uma Princesa Triste e Um Escocês Louco Por Dinheiro Ajudara Dom Pedro a Criar o Brasil- Um País Que Tinha Tudo Para Dar Errado.

Autor: Laurentino Gomes

★★

Gênero: Não-Ficção

Editora: Globo Livros

Paginas: 376


 Oficialmente agora (depois de muito enrolar hehehe), antes de começar a falar sobre o livro, um pequeno anuncio, começando hoje, com esse post, um pequeno quadro, com o intuito de mostrar livros com o foco na nossa história, sim a história do nosso belo país, rico, com uma história linda mas muitas vezes esquecidas, ou até pior, abandonadas, cheia de mitos e estórias que ajudam a torna-la algo que não é, nesse quadro mostrarei livros que mostrem a verdadeira história do Brasil, então, apresento agora o quadro este pequeno quadro, singelo simples mas importante "História Nossa: O Brazil" isso mesmo, não leu errado rsrs, Brazil com Z mesmo, mas então, chega de enrolar por hoje vamos ao que realmente importa, o livro, (lembrando, que manterei esse quadro intercalando os estilos de livros, um post meu sera do quadro e outro não sera do quadro e assim por diante.

Descrição (Laurentino Gomes):




“O destino cruzou o caminho de dom Pedro em situação de desconforto e nenhuma elegância. Ao se aproximar do riacho do Ipiranga, às 16h30 de 7 de setembro de 1822, o príncipe regente, futuro imperador do Brasil e rei de Portugal, estava com dor de barriga. A causa dos distúrbios intestinais é desconhecida. Acredita-se que tenha sido algum alimento malconservado ingerido no dia anterior em Santos, no litoral paulista, ou a água contaminada das bicas e chafarizes que abasteciam as tropas de mula na serra do Mar. A montaria usada por dom Pedro nem de longe lembrava o fogoso cabalo alazão que, meio século mais tarde, o pintor Pedro Américo colocaria no quadro Independência ou morte, a mais conhecida cena da Independência do Brasil. Uma testemunha, o coronel Manuel Marcondes de Oliveira Melo, se refere a uma “baia gateada”. Outra, o padre mineiro Belchior Pinheiro de Oliveira, cita uma “bela besta baia”. Em outras palavras, um animal sem nenhum charme, porém forte e confiável naquela época de caminhos íngremes, enlameados e esburacados. Foi, portanto, como um simples tropeiro, coberto pela lama e pela poeira do caminho, às voltas com as dificuldades naturais do corpo e de seu tempo, que dom Pedro proclamou a Independência do Brasil. A cena real é bucólica e prosaica, mais brasileira e menos épica do que a retrata no quadro de Pedro Américo. E, ainda assim, importantíssima. Ela marca o início da história do Brasil como nação independente. ”


O livro:

Como está sendo este o primeiro livro que estou postando aqui para o projeto “Historia Nossa: O Brazil” nada melhor que começar com um livro que foque no cenário da independência, não é? Então o Escolhido 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil-um pais que tinha tudo para dar errado (sim um subtítulo longo, mas que já fala muito por si próprio. Escrito por Laurentino Gomes e publicado oficialmente pela primeira vez em 2010 pela editora Nova Fronteira (mas a edição que li é da editora Globo Livros de 2015).
 Começando a falar sobre o livro, que tem como foco mostrar os acontecimentos ligados a Independência do Brasil, sobre seus principais personagens e o como aconteceram os acontecimentos que muitas vezes são falados com tanto misticismo o que acaba fugindo a realidade real, tratando de desmitificar muito do que geralmente ainda temos na nossa ideia sobre a independência, (sendo por sua vez um detalhe superinteressante que esta antes da introdução, com a apresentação de uma breve linha do tempo, que ajuda a se entender os acontecimentos anteriores a Independência, desde o nascimento de dom Pedro em 1798 a sua morte em 1824 (ainda muito jovem)) mostrando de forma clara e muito convincente,  basicamente a grande parte de tudo, tendo capítulos bem distribuídos e com um foco diferente para todos eles, desde um capitulo exclusivo para dom Pedro e sua parte no processo de independência, a princesa triste dona Leopoldina, sobre a maçonaria, sobre a Domitilia (ou marquesa de Santos), e mesmo sobre a guerra (sim tivemos uma guerra de independência rsrs) entre outros.
 O livro como já disse antes, foca na independência, mas se preocupa em mostrar com clareza de forma limpa sobre tudo em torno dela, detalhando com riquezas momentos de total tensão e sobre nossas primeiras dificuldades como nação livre, desde que a corte portuguesa voltou a Portugal, esvaziando nossos cofres, como sustentamos uma guerra relativamente cansativa, com destaque no livro a batalha do Jenipapo, que é considerada a mais sangrenta batalha da guerra (e infelizmente esquecida pela população), além da necessidade de buscar ajuda fora do Brasil , um exemplo mostrado claramente é o “escocês louco por dinheiro” ou melhor dizendo Lorde Thomas Cochrane, uma das figuras que tiveram importantíssima participação na guerra e no domínio dos mares, se pode dizer facilmente, que graças a ele, conseguimos ser livres naquela data, na guerra, como a também conhecida Marquesa de Santos (Domitilia) influenciou a independência e como influenciou diretamente na tristeza (e também na morte precoce) da Princesa Leopoldina, e a verdadeira participação de Leopoldina e de Bonifácio, até certo ponto, o que é mito ou o que não é mito ?
Batalha do Jenipapo - História desta guerra
https://www.estudopratico.com.br/batalha-do-jenipapo-historia-desta-guerra/
                             
 Com outro foco interessante, até onde o quadro de Pedro Américo corresponde a realidade ? Um quadro lindo e majestoso, mas, representa o que realmente aconteceu nas margens do Ipiranga na data de 7 de setembro de 1822 ? com depoimentos ricos em detalhes de personagens presentes realmente no momento, se consegue entender de forma simples, a realidade e o mito por trás de tudo até mesmo fatos pouco comentados como o desconforto intestinal do que seria nosso primeiro imperador, detalhes até mesmo da morte da princesa Leopoldina, e como era o respeito da população brasileira relacionado a ela e a reação com a morte dela, e a influencia dos acontecimentos ao ainda jovem dom Pedro, mostrando e relatando até mesmo o momento de sua abdicação e sua ida a Portugal onde confrontaria em guerra seu irmão dom Miguel, sendo dom Miguel um rei absolutista, o oposto de dom Pedro, um homem com uma mentalidade surpreendente liberal até mesmo para a época (exemplo de comparação a dom Pedro II e sua visão progressista). 
Grito do Ipiranga- Pedro Américo (oléo sobre tela-1888)
 No geral, uma leitura para ser apreciada, rápida de ser feita, muito rica em detalhes, e básica para se entender a nossa história, a verdadeira história do Brasil, sendo a obra separada em 22 capítulos com focos diferentes com 376 páginas, sendo um detalhe interessante a biografia apresentada no livro, muito material a mais para estudos e melhor entendimento, mas levando sempre ao mesmo ponto, como essa nação que tinha de tudo para dar errado, deu certo sem enrolações, uma obra clara, onde praticamente qualquer um que realizar a leitura sem sombras de duvidas terá realmente compreendido, a que custas, e com quanto suor e sangue, foi feita a nossa independência, nossa liberdade. 

18 comentários:

  1. Will have to try this out, thanks for the review. Looks like a great product, thanks for the share!
    Scarlett

    ResponderExcluir
  2. Oie tudo bem? Em primeiro lugar, parabéns pela resenha que está muito boa. Infelizmente não é o tipo de livro que eu leria, não costumo me dar bem com livros tão detalhistas quanto este parece ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bem, e com você ?
      Muito obrigado, mas quem sabe um dia, é uma leitura relativamente leve e fácil de se compreender :P

      Excluir
  3. Oi linda tudo bem?
    Sua resenha ficou ótima menina, mas realmente sempre procuro evitar esses livros que falam sobre história, acabo enjoando e achando a leitura cansativa, mas amei essa capa.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Obrigada, quem escreveu a resenha foi o Ronye, meu parceiro, mas acredito que ele tenha gostado do elogio!
      Obrigada pela visita <3

      Excluir
  4. Olá, eu tenho um pequeno bem pequeno mesmo interesse em ler esse livro, pois tenho curiosidade sobre o mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, é um livro interessante e a leitura ocorre de forma prazerosa, vale a pena essa curiosidade :)

      Excluir
  5. Olá Ronye, apesar desse não ser o meu tipo de leitura eu fiquei curiosa para lê-lo e conhecer um pouco mais sobre a nossa historia *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jéssica
      Vale a pena alimentar essa curiosidade e ler o livro :P é um livro excelente :)

      Excluir
  6. Não tenho o costume de ler esse tipo de livro, mas realmente, parece algo bem interessante. Talvez eu tente haha.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma boa pedida, tente ler mesmo, vale a pena hehehe

      Excluir
  7. Olá, achei interessante o projeto “Historia Nossa: O Brazil”, é uma ideia necessária e que pode render sementes... sobre o livro, eu conheço, é bastante comentado e sempre ouço elogios acerca da obra. Tem um detalhe, é o fato de o autor não ser historiador e sim jornalista, e aí quando a gente parte para o âmbito acadêmico, eu só ouço críticas ao livro, a exemplo de que não há substância para entendimento da história do país, pois padece de responsabilidade histórica, li isso em um artigo científico há algum tempo. Enfim, tem muita polêmica no entorno do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Sobre o detalhe do autor, me passou despercebido, vou corrigir, muito obrigado :)
      Li coisas em torno disto que comentou, realmente, mas no âmbito geral, é um excelente livro para quem tem uma base muito "fraca" sobre o tema, quem tem pouco conhecimento, ele é uma excelente abertura e que pode abrir as pessoas para pesquisar mais e procurar mais sobre nossa história :D
      Já tem mais uma resenha do projeto postada, O Reino Que Não Era Desse Mundo

      Excluir
  8. Menina quando mais nova tentei ler esse livro mas não funcionou pra mim sabe? Acho que era a idade que eu tinha e tals mas isso meio q me causou um pouco de má impressão, dai nunca tentei de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai uma boa hora para tentar reler ele :P haha

      Excluir
  9. Eu to louca pra ler esse livro e com sua resenha fiquei mais louca ainda, muito boa sua resenha. Adorei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora é a hora então hehe
      Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado :D

      Excluir

Tecnologia do Blogger.