[RESENHA] Esther Sem Frescura

Hey hey pessoal!


A resenha de hoje é fruto da parceria com a Editora Hyria que tem sido muito atenciosa com o blog. Como muitos já sabem, mês passado eu compareci a dois eventos da editora sendo um deles o lançamento de EMDR, onde eu pude entrevistar a autora da obra e conhecer mais sobre o EMDR (já fiz um post falando tudinho aqui), e o segundo evento, que eu não contei parar vocês, a tarde de autógrafos com a Esther Marcos, mas fiquem tranquilos que aqui eu vou contar tudinho sobre a minha pequena aventura e sobre o livro, bora lá?!

1.jpg

Esther sem Frescura

★★★★
Autor: Esther Marcos
Gênero: Literatura Infantojuvenil | Ídolos
Editora Hyria
Páginas: 128
Ano de publicação: 2017
ISBN: 9788566442175




O evento


Bem, antes de falar do livro, vou contar um pouquinho de como foi conhecer a Esther e a minha fantástica aventura até a livraria do evento…


21951672_790703564435667_2140095846_o.jpgNa minha última aventura eu comentei que confundi os shoppings onde seria o evento daquela data e o evento com a Esther mas que mesmo na correria deu tempo de chegar no horário certo. Bem, desta vez foi bemmmm diferente, cheguei pontualmente ao shopping, tão pontualmente que tive 1h para ir tomar um bom milk shake com a minha amiga (sim, eu estava acompanahda dessa vez) e tirar umas fotos zoadas dela.


Essa menina barbada (sim, é um efeito do snapchat), super linda é a minha aniga Késia, fazemos curso juntas e ela tem me acompahado nos rolês da vida. E, como eu já disse, como chegamos cedo eu pude tirar várias fotos dela, além de dar altas risadas.


Voltando ao evento, depois de tomarmos um delicioso milk shake eu e a Késia fomos à  livraria onde a Esther estaria para a sessão de autógrafos, encontrei primeiro o pessoal da editora para fazer breves considerações sobre o evento e me encaminharam para conversar con a Esther.

Confesso que não conhecia muito da jovem e foi uma surpresa conhecê-la, minha visão de artista com o público sempre foi muito superficial então quando cheguei até a Esther eu estava com alguns receios. Mas quebrando todos os meus pré-conceitos e ideias sobre a experiência de conhecer um artista, Esther foi super gentil e sinmpática comigo e com a Késia.

Numa breve entrevista (sim, vou trazer para vocês) ela contou um pouco de como foi gravar no Sbt, como era a sua rotina, e como é a vida de uma atriz tão jovem como ela que, além de conciliar as atividades realiconadas a artes, precisa consiliar a escola e todos os outros afazeres cotidianos.

Eu e a Késia saímos da livraria com um sorriso no rosto e uma foto de recordação <3.

21931533_790708157768541_1228471747_o.jpg21952425_790708187768538_816654564_o.jpg

A obra



Sinopse


Em "Esther sem frescura", a jovem atriz e cantora Esther Marcos nos leva a conhecer de perto o seu mundo, em um relato em primeira mão, repleto de histórias exclusivas sobre sua vida e carreira.

A busca pela positividade é um tema recorrente em "Esther sem frescura". A atriz discute a pressão da sociedade atual pelos padrões de beleza, que costumam ser mais valorizados do que a gentileza, o caráter e a personalidade - mas garante que a chave para estar bem consigo mesmo é, acima de tudo, ter amor-próprio e apoio da família e dos amigos.

Apesar de ainda não saber ao certo o que o futuro lhe reserva, Esther Marcos garante aos fãs que continuará a atuar e cantar, e deseja, mais do que qualquer outra coisa, ter uma vida feliz.


O que encontrei no livro

Acredito que quando eu resenhei Não é um conto de fadas, cheguei a comentar que possuía uma leve aversão por livros de youtubers e que a obra tinha mudado um pouco da minha visão então, venho novamente dizer que me surpreendi com a obra de mais um famoso, no caso, a Esther.

Por ser mais nova que eu, acreditei que não iria encontrar muitas coisas legais e atrativas na obra. “Como alguém como menos experiência de vida que eu poderia escrever algo que realmente me interessasse?” Era o que eu pensava, mas depois da leitura pude ter uma noção bem diferente da obra.

“Ator também é gente”

2.jpg
Essa foto é a representação daquilo que encontrei durante a leitura, dicas legais, ideias de interação e alguns conselhos que todos devem seguir.

Durante a nossa conversa, Esther disse que a ideia principal do livro era mostrar que, assim como qualquer outro jovem ela possui desejos, curiosidades e até mesmo problemas.

Cada capítulo tem um título que retrata exatamente aquilo que acontece com muitos dos jovens, vou destacar 2: "Quarto ou caverna do dragão?” e “Crush”. Acho agora já dá para ter uma noção de como é a obra.



Certo, mas o que eu realmente achei do livro por completo ao ponto dele não atingir a nota máxima (5 estrelas)?
A resposta é bem simples, apesar da leitura ser extremamente leve (li o livro em 3 horas), de eu ter me identificado em algumas situações e das dicas super meigas por parte da Esther, senti que falta certo amadurecimento na arte de escrever.


Alguns capítulos abordam temas muito interessantes e dariam uma super bagagem para o leitor se tivessem sido um pouco mais explorados pela autora, durante a leitura ficou visivel que ela entendia do assunto, mas na hora de transmitir o conhecimentos e dar as “dicas” de como melhorar, mudar ou ajudar, faltou explorar um pouco o fator que envolve o leitor, e isso tornou o contexto superficial.


Por ser jovem ainda e por esta ter sido sua primeira obra, acredito que a Esther com certeza irá aprender e evoluir cada vez mais, mas particularmente vejo esta obra como entretenimento e aprendizado para os jovens entrando na adolescência, somente.


Bem, vou deixar aqui alguns quotes que conquistaram meu coração.


  1. Coisas boas foram feitas para ser compartilhada, então a hashtag #EsterSemFrescura foi criada para compartilhar os omentos felizes entre familiares e amigos.3.jpg
  2.  O futuro depende de como agimos na nossa fase de transição, ou seja, a adolescência, esse quote é sensacional.HAPPY.png
  3. Pessoas importantes precisam ser preservadas!
    Sempre valorize quem é importante para você e diga ‘ eu te amo’ enquanto é tempo, porque um dia pode ser tarde demais. Demonstre seu carinho com pequenos gestos no dia a dia. Esther sem frescura, pg. 79


Bem, é isso pessoal, deixo vocês com a foto do autógrafo que tem no meu exemplar <3
Imagem1.jpg








16 comentários:

  1. Realmente interessante, vale a dica !

    ResponderExcluir
  2. Que demais lindinha! É sempre bom lermos um livro que a gente gosta, ainda mais quando tem a oportunidade de conhecer a autora, achei lindinha as fotos de vocês duas e desejo muito sucesso a autora e vi que gostastes da obra, diante de tantas marcações.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Gostei sim, apesar de jovem a Esther foi muito inteligente em várias citações!

      Excluir
  3. É tão bom passar uma tarde assim com uma boa amiga ao lado e de quebra conseguir aquele autógrafo e foto desejados... Fico feliz por você, mas em relação ao livro em si, não tenho interesse nele.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom mesmo, choveu muito esse dia e demos altas risadas com as pessoas na rua!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Menina, nunca tinha ouvido falar dessa atriz, mas acho que quando tinha a sua idade também iria a esse evento só pela aventura mesmo kkkkkkkkkkkkk
    Muito sucesso para ti =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normal, também não a conhecia até pouco tempo kkkk. Me amarro numa aventura, estou sempre topando as novidades.

      Excluir
  5. Oi, tudo bem?

    Não conhecia esta obra e, infelizmente, ele não me agradou. Tenho um certo preconceito com esse tipo de livros, e sempre que vejo, tento avaliar se vale a pena a leitura. Vou passar a dica dessa vez.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Eu também tinha, é normal, mas com o tempo a gente percebe que não é bem o que imaginamos.

      Excluir
  6. Eu não sei exatamente de quem se trata e também não gosto desse tipo de literatura, mas eu fico feliz por você e sua amiga terem curtido tanto esse dia!

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um texto bastante reflexivo. Eu não conhecia o livro, nem a atriz, para ser sincera. Mas fico feliz por você, pois parece ter sido um evento memorável.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  8. Oie
    poxa, que legal que foi um dia tão bom, não é um livro que eu leria pois passa bem longe do gênero que aprecio mas desejo que os fãs se divirtam e gostem muito, ótimo saber sobre sua experiencia

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Foi muito boa mesmo, obrigada pela visita!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.