DIA MUNDIAL DO LIVRO + ENTREVISTA

Eai pessoal, como estão?


Para quem não sabe, dia 23 de Abril foi o dia Mundial do Livro, aproveitando o gancho do Dia Nacional e o Dia Internacional do Livro Infantil, fiz esse post mega especial para vocês!
TAg.png


Vamos primeiro deixar um contexto histórico…


No Dia Mundial do Livro também é celebrado o dia dos Direitos de Autor.
A Unesco escolheu a data do Dia Mundial do Livro em 1995, em Paris, durante o XXVIII Congresso Geral.
O dia 23 de abril foi escolhido por ser a data da morte de três grandes escritores da história: William Shakespeare, Miguel de Cervantes, e Inca Garcilaso de la Vega.
23 de abril é também a data de nascimento ou morte de outros autores famosos, como Maurice Druon, Haldor K.Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo.
-Via Calendarr
E agora a Mega Entrevista

A entrevista de hoje é com um autor que tem ganhado muito destaque com um livro sensacional que pode ser usado dentro das escolas para ensinar as crianças sobre bullying, preconceito e diversos assuntos sérios que muitas vezes não falamos para as crianças. Eai? Já sabe quem é?

Na entrevista de hoje eu trouxe para vocês um pouquinho mais do nosso Autor Parceiro Lucinei Campos!
Tags (2).png

FL: Quais foram as suas  inspirações para escrever a história da Lavínia?

Lucinei: Desde cedo, sempre fui encantado pelo ato de criar. A possibilidade de inventar mundos, personagens envoltos de magia e características próprias me atraía. A história da Lavínia veio da vontade de falar um pouco da minha vida, quando criança até a adolescência, onde sempre desejei ter uma maneira mágica de fugir dos problemas normais, enfrentados nessa faixa etária. Eu gosto de dizer que cada personagem é um fragmento meu, um pedacinho de mim com suas próprias emoções. Eu gosto de lidar com humor, em relação às certas dificuldades que tive, pois algumas fazem parte do meu crescimento e da forma como eu enxergo o mundo.
Também queria muito narrar um conto de fadas diferente para os meus futuros filhos; um que tivesse elementos diversos e ao mesmo tempo próximos a eles. Nessa ideia, trazer à tona o nosso folclore e as diferenças regionais do grande país que temos para dentro da história. Todos esses desejos deram vida à Lavínia e todo o seu universo real e fantasioso.

FL: Você costuma ir às escolas falar da Lavínia, com é a experiência com as crianças nas escolas?

Lucinei:  Uma menina de 9, quase 10 anos, que não se encaixa em grupo algum no colégio, que é perseguida pelos colegas, ao ponto de se esconder, se tornar quase que invisível, infelizmente, é um tanto comum. Muitas crianças, e até adultos em sua infância, experimentam ou experimentaram os mesmos problemas vividos pela protagonista. Algumas famílias não têm ideia de que isso acontece ou o que fazer a respeito, quando conhecem o fato, nem mesmo as escolas, em muitos casos.
Além do incentivo à leitura, esse tema do qual trata o livro abriu espaço para eu poder trabalha-lo nas escolas, desenvolvendo o projeto de visitação chamado Confabulando. Este projeto consiste em uma visitação, com um bate-papo e apresentação da história para os alunos, mas, na verdade, ele vai muito além disso. As escolas utilizam os livros como base para uma série de atividades extracurriculares de várias disciplinas, onde os alunos debatem não só a questão do bullying em sala de aula, mas também produzem textos, desenhos, músicas, peças teatrais com temas paralelos encontrados na história.
Quando visito às escolas, me deparo com olhinhos brilhantes e perguntas jamais pensadas por mim. Adoro a curiosidade dos alunos, que é a grande chave para o meu processo de criação. Lido com crianças de 6,7 anos até adolescentes do último ano do Ensino Médio e o sentimento é sempre o mesmo, o de curiosidade por parte deles quanto à história, quanto à carreira de escritor. Tem sido sempre mágico esses encontros. Adoro tudo isso! Eu amo disponibilizar parte do que está em minha cabeça para os meus leitores.

Obrigada.


Essa foi uma entrevista breve pois logo teremos a história da Lavínia resenha aqui e uma super entrevista respondendo todas as perguntas sobre essa história.
Mas se você ficou curioso para conhecer um pouco mais da Lavínia você pode conhecer um pouco mais do autor ou sobre o projeto Confabulando pois eles já foram mencionados aqui no blog!

12 comentários:

  1. Que lindo trabalho o seu! Ficou muito bom os assuntos! Obrigado pelo apoio e carinho! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela confiança!

      Gratidão por essa parceria!

      Excluir
  2. Oiii Amanda tudo bem?
    Eu sou louca para ler esse livro do Lucinei, fico feliz que tenha o entrevistado e assim pude conhecê-lo melhor.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Logo teremos a resenha dele por aqui!

      Excluir
  3. Oi, tudo bom?
    O dia 23 de Abril é um dia bem badalado, né?
    Já vi sobre o livro do Lucinei algumas vezes e, de fato, a história parece bem interessante. Adorei a entrevista.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  4. Que incrível! Amei a entrevista, não li ainda o livro da Lucinei, mas fiquei muuuito interessada! Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  5. Tenho lido algumas resenhas do livro Lavínia e achei muito legal. Gostei da reportagem, pois pude conhecer um pouco co autor. Sucesso para ele.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. que interessante ele abordar o nosso folclore :D
    gostei do projeto tb, me deixou ainda mais curiosa com o livro dele...
    é sempre bom mostrar o prazer da leitura aos pequenos..
    bjs ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      A leitura para os pequenos é fundamental!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.