Seguidores

DIVERSOS





Cada ser humano é um, com a sua singularidade, sua diferença, com algo que nos torna únicos. E, é dessa forma única vivemos nossas vidas.
Durante essa vida criamos laços e raízes, costumes e padrões, uma rotina, e isso define como somos, quem somos, sempre numa harmonia.
Quando essa harmonia é quebrada nós nos tornamos um número. Agressões físicas e verbais, espancamentos, dilacerações, esquartejamentos, mutilações e até a morte, são alguns dos motivos de virarmos números.
Por ano, 53.646 pessoas são vítimas de crimes violentos, ou seja, dos milhares que morrem no Brasil anualmente, 53.646 são mortos por algum tipo de violência.
 As vítimas de violência, que ainda vivem, e sobrevivem, costumam ser solitárias, com medo, dor. Mesmo com o apoio da família, amigos e até dos médicos, a tormenta por saber que a agressão pode, talvez, ocorrer novamente é uma tortura constante.
Viver com medo, dor e preocupação não é viver. É ser refém do sistema, é estar vivo sem realmente viver. 

Nunca saberemos quem será a próxima vítima, o agressor apenas ataca, então ame o próximo como um pai ama ao filho, e espalhe o amor, não deixe-o se perder, façamos dele a arma da nação contra a violência.

By Lora

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.