[RESENHA] A Fada



A Fada


Confesso que comecei a leitura apenas por causa de uma amiga,  ela queria muito ler mas ainda não tinha conseguido, então pediu que eu pegasse emprestado na biblioteca e lhe dissesse o que achei depois.

Nunca havia lido uma obra da autora, apesar do grande sucesso com os livros  "O reino das vozes que não se calam" e "O mundo das vozes silenciosas" que é uma 'parceria' com a escritora e também atriz Sophia Abrahão.
Então, imaginei que seria algo muito bom, fantasia é um gênero do qual estou habituada a ler e ver a história comparada com a magia de Harry Potter deu-me uma sensação de ser melhor ainda. Comecei a leitura no período da tarde e antes de anoitecer já havia terminado. A escrita em si é muito boa, flui muito bem e não é nada complicada, o que torna a compreensão mais fácil.

Na história, a autora conseguiu transmitir uma quantidade de detalhes que, com certeza, foram minuciosamente pensados para se enquadrar ao contexto de cada personagem, e isso não é algo fácil de se realizar. Cada personagem teve sua parte muito bem pensada, de forma que, no final, tudo se juntou como num quebra-cabeça.


Fora isso, a criatividade para a criação de nomes e personagens é bem características da história, é possível ver que cada um possui um nome pensando exatamente naquilo que eles são (fadas, vampiros, bruxos, etc).

Mas, infelizmente, a falta de personalidade própria dos personagens e a rápida passagem dos acontecimentos mais importantes (ao meu ver), tornou a leitura muito rápida,  sem deixar o gostinho de "Quero mais ". E, com isso, na primeira experiência fiquei um pouco desapontada.
Para mim, comparar a magia de Harry Potter foi uma falta e deixou a desejar.

Casa da Palavra

Carolina Munhóz
Fantasia
★★

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.